Capacete e outros acessórios

O uso do capacete não é apenas uma dica de segurança, mas uma obrigatoriedade do ponto de vista legal. Motociclistas e garupas sem capacete podem receber multas, além de deixar vulnerável a região craniana, o rosto e o maxilar em caso de queda.

Os capacetes devem estar dentro da validade e ter o selo do Inmetro, pois essa certificação garante a sua eficácia nos choques mais bruscos. O capacete tipo coquinho não é permitido nesse caso, pois não protege a nuca. É fundamental usar sempre a trava do capacete afivelada, pois utilizar o capacete destravado faz com que o mesmo perca todo o seu efeito de segurança.

Além do capacete, não se esqueça de usar calça e jaqueta resistentes, calçados reforçados e luvas, preferencialmente de couro.

Outro item pouco utilizado, mas muito importante, é o protetor de coluna. Sua segurança vale o preço!

 

Respeitar a sinalização

Os motociclistas devem obedecer às mesmas leis de trânsito que todos os outros veículos automotores, ou seja, parar quando o semáforo estiver vermelho, obedecer às placas de “pare”, observar as preferências e outras sinalizações. Se o motociclista infringir a sinalização, poderá ser multado, além de colocar a sua segurança e a de outras pessoas em risco.

Manter-se visível

Como a posição do motociclista é de extrema vulnerabilidade, é preciso manter-se sempre visível para preservar sua segurança. Procure não permanecer nos pontos cegos dos carros e manter os faróis ligados de dia e de noite. Além disso, prefira usar roupas claras ou chamativas para ser visto até pelos motoristas mais distraídos.

Distância segura

A distância é responsável por salvar vidas e prevenir graves acidentes. Se você está “colado” em um veículo e ele freia diante de um obstáculo ou imprevisto, o motociclista corre o risco de, mesmo freando, chocar-se com ele. Esse risco aumenta ainda mais em altas velocidades. Portanto, quando maior for a velocidade, maior deve ser a distância do veículo à frente.

Manobras seguras

A ultrapassagem deve ser feita apenas pela esquerda. Além disso, procure visualizar todos os veículos que estão à sua frente e respeitar a sinalização. A distância deve ser aumentada e a velocidade diminuída no caso de manobras e ultrapassagens, e o motociclista só deve arriscar após ter certeza de que foi visto pelo motorista da frente. Diante de um cruzamento, deve-se diminuir a velocidade e ficar atento a todos os veículos e à sinalização.

Utilizar os dois freios

Quando precisar frear, a dica é que tanto os manetes quanto o pedal sejam utilizados. Como, ao frear, o peso da moto cai sobre a roda da frente, é preciso evitar freadas bruscas, pois assim o motociclista corre o risco de perder o controle sobre o veículo.

Moto em dia

Para que a direção da moto seja feita em segurança, é preciso conferir a calibragem dos pneus, se a corrente de relação está apertada ou frouxa demais e se o sistema elétrico, os freios e o combustível estão em perfeitas condições.

Livro de Direção Defensiva

Abaixo esta disponível um e-book completo sobre Direção Defensiva, aproveite e adquira sempre mais conhecimento!

 

 

TÍTULO: Direção Defensiva para Motociclista (Como aumentar sua segurança) de João Carlos Salvaro

 

Parabéns ao autor pela iniciativa!

Fonte / Créditos: Este livro está sendo publicado no portal www.vias-seguras.com com autorização de João Carlos Salvaro, e pode ser baixado livremente.

 

 

 

 

Acesse também Galeria > Vídeos, onde você encontra vários vídeos com dicas de pilotagem.